Benefícios

Programa abre inscrições para bolsas remanescentes em universidades privadas

O programa do Governo Federal Prouni (Universidade Para Todos) é um incentivo para os alunos de baixa renda que querem tirar um diploma de nível superior. Ao se inscreverem, encaixando no perfil a que o programa é direcionado, os alunos ganham bolsas de estudos em universidades de renome que possuem convênio com o projeto. As Bolsas Remanescentes Prouni 2020 são as vagas que não foram ocupadas, dando a oportunidade para outros alunos cursarem o ensino superior.

Como funciona as Bolsas Remanescentes Prouni

As bolsas que não tiveram preenchimento, seja de bolsas integrais ou bolsas de 50% de desconto, voltam ao sistema do Prouni em busca de novos candidatos.

Ao serem reativadas, os alunos podem fazer suas inscrições e aguardar o resultado do processo seletivo feito pela instituição escolhida. Essas vagas são em cursos e turnos específicos onde o aluno irá escolher qual se encaixam no seu perfil e suas necessidades.

Inscrições nas Bolsas Remanescentes

As inscrições nas Bolsas Remanescentes Prouni 2020 acontecem no final de março, do dia 23/03/2020 até o dia 31/03/2020. Os candidatos deverão entrar no site do programa Prouni e fazer sua inscrição.

Vagas Remanescentes

Os candidatos devem pesquisar os cursos e instituições de interesse, escolher o turno e até dois cursos para cada instituição. Ao serem pré-selecionados deverão comparecer na instituição e comprovar por meio de documentação sua condição de candidato a uma vaga do programa Prouni, seja para vagas de 50% ou 100%.

Bolsas Remanescentes Prouni

Requisitos Bolsas Remanescentes

As Bolsas Remanescentes Prouni 2020 são destinadas aos alunos da rede pública ensino ou quando em rede particular com bolsa de 100%.

Aos professores de séries iniciais da rede pública que querem ter uma licenciatura em uma área específica, aos candidatos com deficiências físicas. Para todos esses candidatos as exigências são:

  • Ter feito o ENEM no ano anterior com uma pontuação de no mínimo 450 pontos e não ter tirado zero na redação da prova. Ou ter feito o ENEM nos anos de 2010, 2011, 2012, 2013 e 2014 com a pontuação mínima de 450 pontos e não ter tirado zero na redação da prova.
  • Ter uma renda familiar bruta, por pessoa do grupo familiar, menor ou igual a um salário mínimo e meio: R$ 880,00 x 1,5 = R$ 1320,00. Para bolsa de 50% o valor da renda familiar bruta por pessoa deve ser de até 3 salários mínimos: R$ 880,00 x 3 = R$ 2.640,00.
  • Para os professores de rede pública de ensino, a comprovação de renda é isenta, mas o candidato deve estar em pleno exercício da função.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Desenvolvido com ajuda de Wordpress.